Cachoeira Paulista

História

Cachoeira Paulista é um município da Região Metropolitana do Vale do Paraíba, no interior do estado de São Paulo, na microrregião de Guaratinguetá. Localiza-se a uma latitude 22º39’54” sul e a uma longitude 45º00’34” oeste, estando a uma altitude de 521 metros. Sua população estimada em 2010 era de 30.091 habitantes. Possui uma área de 287,990 km². A densidade demográfica é de 104,49 hab/km².

Tem como cidades limítrofes Cruzeiro a norte, Silveiras a leste, Lorena a Sul e Oeste e Canas a Sudoeste.

Histórico

Documentos de 1730 citam um povoamento pertencente à Vila de Lorena, denominado Arraial do Porto da Caxoeira, cujo marco inicial do primitivo núcleo foi uma pequena ermida erigida por devotos em homenagem ao Senhor Bom Jesus da Cana Verde, no ano de 1780. Manoel da Silva Caldas e sua esposa, Ângela Maria de Jesus, em 18 de Outubro de 1784 doaram “duzentas braças de testada e meia légua em direção aos sertões situados na margem esquerda do Rio Paraíba do Sul, até as divisas com o Embaú”, para o patrimônio da nova Capela do Bom Jesus da Cana Verde, erigida em suas terras por Sebastiana de Tal, constituindo de fato o arraial e permitindo assim a expansão do vilarejo ali instalado.

As primeiras edificações instaladas consistiam em choupanas de sertanejos, na sua maioria pescadores, que tiravam seu sustento do Rio Paraíba. A primeira rua de Cachoeira, foi a Rua “Bom Jesus”, que na época partia da capela e avançava até a rota por onde passavam os tropeiros que se dirigiam a Minas Gerais. No ano de 1822, nos dias que antecederam a Proclamação da Independência, o Príncipe Regente, Dom Pedro I, passou pela então Freguesia de Santo Antônio da Cachoeira, fazendo parada em 18 de agosto daquele ano.

Um dos momentos históricos mais significativos da cidade ocorreu em 1932, durante a Revolução Constitucionalista. Durante esse período, o município transformou-se em uma praça de guerra, tornando-se o Quartel General do Movimento Constitucionalista.

Toponímia

A origem do nome Cachoeira Paulista deve-se ao fato de o Rio Paraíba ter algumas corredeiras após o pontilhão de Ferro da MRS Logística (antiga Estrada de Ferro Central do Brasil). Antes de se chamar Cachoeira Paulista, a cidade teve 7 nomes diferentes: Porto da Caxoeira, Arraial do Porto da Cachoeira, Porto da Cachoeira, Arraial porto da Cachoeira de santo Antônio, Freguesia de Santo Antonio da Cachoeira, Vila de Santo Antonio da Bocaina, Vila de Santo Antônio da Cachoeira, Vila da Bocaina, Bocaina, Cachoeira, Valparaíba.

Estação de Cachoeira Paulista

Estação Ferroviária de Cachoeira Paulista
A cidade de Cachoeira Paulista, no interior do Estado de São Paulo, abriga aquela que foi considerada uma das mais magníficas construções ferroviárias da história deste país.

Inaugurada em 1875, a Estação Ferroviária de Cachoeira Paulista marcava o ponto de encontro entre dois importantes ramais ferroviários do Brasil: a Estrada de Ferro do Norte (também conhecida como Estrada de Ferro São Paulo – Rio) e a Estrada de Ferro Dom Pedro II, que vinha desde a cidade do Rio de Janeiro. Embora, atualmente encontre-se completamente abandonada, a Estação de Cachoeira Paulista ainda exibe traços da bela arquitetura empreendida na época de sua construção.

Religião

Cachoeira Paulista também se destaca por ser sede da Comunidade Canção Nova (comunidade Católica Romana) fundada pelo Monsenhor Jonas Abib e companheiros em 1978.

Hoje há uma grande estrutura com dois centros de eventos e missas (chamados de “Rincão do Meu Senhor“), salas de confissão, capela do santíssimo sacramento, televisão, rádio etc.

Estátua Padre Léo

“Hosana, Brasil” é uma grande festa realizada pela comunidade Canção Nova em meados do mês de dezembro, com missas, palestras, e shows. A cidade fica com seus hotéis e pousadas praticamente lotados durante o período da festa.

A sede da Canção Nova também apresenta um grande estúdio de TV, onde são gravados os programas exibidos pela emissora pertencente a esta instituição.

O Cristianismo é predominante em Cachoeira Paulista; a cidade é bem dividida entre Evangélicos e Católicos.

A cidade possuí diversas Igrejas Evangélicas. Algumas das mais tradicionais da cidade são: Igreja Presbiteriana Renovada, Assembleia de Deus, Igreja do Evangelho Quadrangular, Igreja Metodista, Igreja Congregacional, dentre outras igrejas.

A Igreja Católica Apostólica Romana e Renovação Carismática possuem na cidade, além da Canção Nova, diversas paróquias espalhadas pela cidade, algumas tão antigas quanto a cidade.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) nasceu da vontade de brasileiros que sonhavam em fazer do Brasil um país presente na conquista do espaço. O Brasil começou a trilhar este caminho no mesmo instante em que as potências mundiais lançavam os primeiros satélites artificiais da Terra. Foi instalado em Cachoeira Paulista em 1970, em uma área rural de, aproximadamente, 10 quilômetros quadrados, fazendo frente à Rodovia Presidente Dutra e dando fundos para o bairro do Palmital. No princípio, a ideia era transferir para Cachoeira Paulista todas as atividades técnicas de São José dos Campos. O objetivo era a ampliação de Radiossondagem Ionosférica – SONDA; Estudos de Luminescência da Atmosfera – LUME; e Observações Meteorológicas – COMA, logo instalados e que são até hoje produtivamente utilizados. Todas as previsões atmosféricas do Brasil e parte da América do Sul são fornecidas pelo INPE, com sede em Cachoeira Paulista. O primeiro investimento ocorreu entre 1973 e 1974, quando foi construído e instalado o Laboratório de Produção de Imagens, hoje Divisão de Geração de Imagens – DGI, responsável por dados transmitidos pelos satélites de sensoriamento remoto. O INPE Central, com o passar dos anos, foi transferido para São José dos Campos e em Cachoeira Paulista ficaram as atividades operacionais. Os lançamentos de balões para pesquisas atmosféricas são também efetuados pelo INPE há vários anos. Muitas outras instalações funcionam até hoje. O INPE recebeu, entre 1993 e 1994, o maior investimento de sua história, o CEPTEC – Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos. As atividades atualmente desenvolvidas pelo INPE buscam demonstrar que a utilização da ciência e da tecnologia espacial podem influir na qualidade de vida da população brasileira e desenvolvimento do País.

GEOGRAFIA

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) nasceu da vontade de brasileiros que sonhavam em fazer do Brasil um país presente na conquista do espaço. O Brasil começou a trilhar este caminho no mesmo instante em que as potências mundiais lançavam os primeiros satélites artificiais da Terra. Foi instalado em Cachoeira Paulista em 1970, em uma área rural de, aproximadamente, 10 quilômetros quadrados, fazendo frente à Rodovia Presidente Dutra e dando fundos para o bairro do Palmital. No princípio, a ideia era transferir para Cachoeira Paulista todas as atividades técnicas de São José dos Campos. O objetivo era a ampliação de Radiossondagem Ionosférica – SONDA; Estudos de Luminescência da Atmosfera – LUME; e Observações Meteorológicas – COMA, logo instalados e que são até hoje produtivamente utilizados. Todas as previsões atmosféricas do Brasil e parte da América do Sul são fornecidas pelo INPE, com sede em Cachoeira Paulista. O primeiro investimento ocorreu entre 1973 e 1974, quando foi construído e instalado o Laboratório de Produção de Imagens, hoje Divisão de Geração de Imagens – DGI, responsável por dados transmitidos pelos satélites de sensoriamento remoto. O INPE Central, com o passar dos anos, foi transferido para São José dos Campos e em Cachoeira Paulista ficaram as atividades operacionais. Os lançamentos de balões para pesquisas atmosféricas são também efetuados pelo INPE há vários anos. Muitas outras instalações funcionam até hoje. O INPE recebeu, entre 1993 e 1994, o maior investimento de sua história, o CEPTEC – Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos. As atividades atualmente desenvolvidas pelo INPE buscam demonstrar que a utilização da ciência e da tecnologia espacial podem influir na qualidade de vida da população brasileira e desenvolvimento do País.
EnglishPortugueseSpanish
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support